CONTACTO    ACTIVIDADES    MÍDIA    EDUCAÇÃO & LEITURA    LIVROS    PLANTAS    LENDAS    GASTRONOMIA


Dulce Rodrigues, escritora

páginas em francês   páginas em português   páginas em inglês

HOME

QUEM SOU ?

OS MEUS LIVROS

AGENDA de ACTIVIDADES

EDUCAÇÃO & LEITURA

TEATRO infanto-juvenil

PORTUGUÊS: mais bela
Língua materna

EFEMÉRIDES da HISTÓRIA

PLANTAS amigas da
nossa saúde

LENDAS do Mundo

RECEITAS portuguesas

BLOGUE "ALI-BABÁ"

PRÉMIOS Literários

BIBLIOGRAFIA

ILUSTRADORES

 

Livro de Visitas

LIVRO de VISITAS

 
 

INDIVÍDUOS COMO ESTES SÃO PROFESSORES E DIRECTORES DE ESCOLAS

Postado por Dulce Rodrigues a 30 de Agosto de 2012

 

Ao tomar conhecimento, em Novembro de 2010, do uso abusivo que uma professora de Educação Artística da escola EB1 de Cuba, no Alentejo, fizera relativamente a uma das minhas peças de teatro juvenis, dirigi uma carta sobre o assunto ao Director do Agrupamento de Escolas de Cuba, com cópia para o Director Regional de Educação do Alentejo. A cópia em PDF (a que retirei alguns elementos pessoais) vai anexa a este artigo. Essa carta nunca teve resposta da parte de nenhum dos directores acima mencionados, o que, de certo modo, não me admira muito quando penso na “qualidade” dos governos e governantes que se têm vindo a suceder em Portugal.

O que me surpreendeu, contudo, foi ter ficado também sem a cortesia de uma resposta à carta que enviei ao actual Ministro da Educação denunciando, não só o que se tinha passado com a escola de Cuba e pedindo a sua interferência, mas também oferecendo-lhe a minha colaboração. A cópia da carta ao ministro está igualmente anexa a este artigo. Tinha o actual ministro da educação num mais elevado nível de educação e também de interesse pela educação dos Portugueses. Mas enganei-me.

Verifiquei, entretanto, que a hiperligação em questão desapareceu das páginas da google. Só é de lamentar que nenhum dos responsáveis a quem me dirigi tenha tido a correcção de resolver o assunto da maneira como seria de esperar, isto é, pedindo desculpa pela incorrecção cometida pela professora e repararando financeiramente o acto desonesto cometido. A reparação pecuniária que solicitei era pouco mais do que simbólica.

Foto do vídeo O Pai Natal constipado no Sapo

© Dulce Rodrigues

 
 
  << Voltar  
 



LIVROS para CRIANÇAS

 

OUTROS LIVROS

 

GUIÕES de TEATRO

PORTAL JUVENIL 

sítio infanto-juvenil Barry4kids, em quatro línguas  



Siga Dulce Rodrigues no Google

Siga Dulce Rodrigues no Facebook Siga Dulce Rodrigues no YouTube Siga Dulce Rodrigues no Pinterest Siga no LinkedIn  

Copyright © Dulce Rodrigues, 2000-2016. Reservados todos os direitos.