CONTACTO    ACTIVIDADES    MÍDIA    EDUCAÇÃO & LEITURA    LIVROS    PLANTAS    LENDAS    GASTRONOMIA


Dulce Rodrigues, escritora

páginas em francês   páginas em português   páginas em inglês

HOME

O que são lendas?

Áster

Cerejeira

Crisântemo

Croco ou Açafrão

Heléboro

Lírio-do-vale

Paparraz

Peónia

Prímula ou Primavera

Sardinheira

Violeta

Lenda do folar da Páscoa

Uma Lenda hindu

 

Livro de Visitas

LIVRO de VISITAS

 
 

A LENDA DO CRISÂNTEMO

Para o mundo ocidental, o crisântemo é a flor do mês de Novembro e está associado aos defuntos – por isso, vemos crisântemos em todos os cemitérios no dia 1 de Novembro, Dia de Finados.

crisântemos
Crisântemos de cores variadas

Na China, o crisântemo é considerado uma flor sagrada. É a flor do mês de Outubro e é cultivada naquele país desde há mais de 2.500 anos. Ao princípio, era considerado como uma das quatro plantas da nobreza, ao mesmo título que o bambu, a orquídea e a ameixeira. Só os nobres podiam, portanto, cultivar crisântemos; ao comum dos mortais não lhe era dada autorização para o fazer!.

Quanto ao império do sol levante – nome que é muitas vezes utilizado quando se fala do Japão – o crisântemo é a flor de Setembro e os primeiros crisântemos chegaram ao país pelos fins do século IV, vindos da China. Três séculos depois, esta flor era elevada à categoria de símbolo da família imperial japonesa. Encontramos um crisântemo amarelo com dezasseis pétalas no escudo imperial do Japão, e a maior homenagem que se pode prestar a um Japonês é distingui-lo com a Ordem do Crisântemo.

Não é, por isso, de estranhar que o nascimento deste império oriental vá buscar as suas raízes a uma lenda do crisântemo. Segundo se conta, doze donzelas e doze rapazes partiram um dia da China à procura da planta da juventude, pois só ela poderia conferir a virtude de se viver jovem para sempre. A fim de que pudessem trocar essa planta contra alguma outra coisa, levaram com eles alguns cestos cheios de crisântemos. Para mal dos seus pecados, o barco naufragou ao largo de uma ilha deserta a que eles tiveram de chegar a nado. Plantaram aí os crisântemos, e a flor foi assim introduzida no Japão!

Embora encontremos actualmente crisântemos de todas as cores, o nome comum da flor vem das palavras gregas chrysos e anthos que significam, respectivamente, "amarelo" e "flor". Isto leva-nos a pensar que a flor seria originalmente amarela.

Em Malta e na Itália, as pessoas acham que dá azar ter crisântemos no interior das casas, uma vez que a flor está associada a mortos e funerais.

Na linguagem das flores, os crisântemos simbolizam Optimismo e Felicidade.

© Dulce Rodrigues

 

ENVIE O SEU COMENTÁRIO - Gostaria da sua opinião

 
 



LIVROS para CRIANÇAS

 

OUTROS LIVROS

 

GUIÕES de TEATRO

PORTAL JUVENIL 

sítio infanto-juvenil Barry4kids, em quatro línguas  



Siga Dulce Rodrigues no Google

Siga Dulce Rodrigues no Facebook Siga Dulce Rodrigues no YouTube Siga Dulce Rodrigues no Pinterest Siga no LinkedIn  

Copyright © Dulce Rodrigues, 2000-2016. Reservados todos os direitos.